Resenha: Diabolik Lovers

terça-feira, outubro 10, 2017 Unknown 4 Comments

Resultado de imagem para diabolik lovers

Diabolik Lovers, na verdade é adaptação de um jogo para garotas, sabe aqueles, que você meio que se relaciona com uns carinhas bonitinhos? ou mais ou menos essa linha de raciocínio, Diabolik Lovers é um anime com todos esses mesmos aspectos, mostrando um pouquinho de cada um desses personagens de uma maneira bem mais ampla. O anime possuí 12 episódios, e eles foram ao pela primeira vez em 2013, e em 2015 estreou sua segunda temporada.
 No total são seis jogos, felizmente, apenas dois foram adaptados: Haunted Dark Bridal e More Blood.


       Sinopse:

"Yui Komori  é uma garota de pensamento positivo que, está preocupado por ver espíritos e experimentar fenômenos poltergeist. Em seu segundo ano na escola ela transfere-se para uma nova escola para artistas e celebridades, devido ao trabalho de seu pai. Há rumores de que vampiros existem entre o corpo discente, e Yui acaba vivendo com os seis sádicos irmãos vampiros Sakamaki."
 Imagem relacionada

Tanto o anime quanto no Game, Yui, a personagem com cara de bobinha na foto acima, é o alvo de vários, vaaaaaaários, vampiros, nessa temporada, no caso, os irmãos Sakamaki.
 O pontapé inicial da história acontece quando Yui, se vê obrigada a ir morar na mansão dos Sakamaki, a cena ficou bem bacana visualmente, gozando de aspectos tenebrosos de filmes de terror   dentro da mansão ela encontra Ayato Sakamaki, um garoto bonito que dorme distraidamente no sofá da mansão; e a primeira coisa que Yui faz é tocar o desconhecido, nisso ela percebe que ele não possuí batimentos cardíacos.
  Daí em diante, a coisa fica estranha. Os vampiros tem uma mania estranha de lamber a Yui, e ela sendo uma mulher de muita atitude, simplesmente deixa!
  No desenrolar da trama, ela percebe que seu pai está ligado aos vampiros Sakamaki, mas ela ainda mais, já que na mansão ela enxerga um fantasma, Cordelia, a mãe de Laito (ruivo do chapéu), Ayato (o do lenço vermelho) e Kanato (o de cabelo roxo, com cara de fofinho, que na verdade parece um demônio). E toda vez que ela vê Cordelia, é como se seu coração parasse, e em seguida ela sente dor.
 No começo eu fiquei bem intrigada para saber o que viria a acontecer com Yui, o porquê ela ter a habilidade de ver fantasmas, ou então, dos irmão alegarem que o sangue dela era diferente. No entanto, depois de certo tempo, os diálogos que misturam misoginia, fetismo e algumas vezes, total indiferença, começou a não me agradar; como eu disse acima, o anime tão traços tão lindos que me deixa doida, poderia ter se desfeito de tanta esquisitice como a do jogo e explorado mais o anime.
 No jogo, o fim da Yui, junto com Ayato, é ela ser empalada por ele!!! (que romântico, me fez sentir falta do Louis de Ponte du Lac)
 Eu entendo o ponto, quiseram fazer vampiros "maus", mas no caso, não souberam separar o "mau" do "sem noção", e fora que em muitas vezes no anime eu fiquei confusa, se eles não gostavam da presença da menina na casa, ou se a amavam.(o anime inteiro é uma confusão).


Aspectos positivos:

O anime é muito bonito visualmente, e os rapazes são lindos! (exceto o Reiji)
A abertura é incrível, parece que você está prestes a embarcar em algo muito misterioso e sombrio, assim como em as cenas que Cordelia aparece.
 E nesse ponto, sei que serei julgada, porém, não há nada que eu possa fazer, eu acho que tenho uma queda pelo Subaru, (bonitinho de cabelos platinados)  a certo ponto, ele é o único que não é misógino, nem nada assim, ele é violento, sim, mas não com a Yui, ele a diz para fugir da casa, diz a fraqueza dos vampiros para que ela tenha vantagens, mas claro, a tonta termina o anime dentro da casa.
       Resultado de imagem para subaru sakamaki gif



Aspectos negativos:
Personagem feminina detestável, sem ação para nada, nem para salvar a própria vida!
Os vampiros são mal trabalhados, tem sempre o objetivo de parecerem maus, e falhando, pois parecem apenas versões bem reduzidas e bizarras de um vampiro; o menino de cabelos roxos, ele parece uma criança, só que para logo em seguida se revele uma peste.
 Não preciso nem comentar da mania de alguns deles de lamber a Yui, fica tão bizarro que dispensa comentários.

Eu fui além, não assisti apenas o primeiro também vi a "segunda temporada", porque honestamente, eu amo o tema de vampiros, no entanto, a segunda temporada não é melhor que a primeira, não crie esperanças, não melhora em nada, só aparece outros vampiros, se possível, tão estranhos   quanto.
 Mas como eu disse existem alguns elementos que não tornam a adaptação péssima, ela  está  na  categoria: Okay, dá pra ir levando...

Vocês já assistiram, o que acharam?


Resultado de imagem para subaru sakamaki gif

You Might Also Like

4 comentários:

  1. Olá, assisti esse anime (finalmente), inicialmente vou falar dos pontos positivos:Adorei o anime ser bem curtinho 12 eps de 12 minutos, amei o traço, assim como tu sou louca por traços assim e histórias assim. Bem agora vou destilar minha raiva quanto a esse anime: Primeiro o anime tem tanto potencial e a narrativa é jogada no esgoto, assim, entendemos que os personagens eram para ser misteriosos, maus, impiedosos, ordinário, maligno, talvez beirando o detestável, porém, aqueles vilões que te conquistam!! E não é o caso deste anime, eu juro que não sei como assisti essas duas temporadas, minhas sensações foram: nojo, tensão, asco, nausea, repulsão, verdadeira aversão!!!!!! Olha vamos falar dos vampiros, o anime arruma uma desculpa fajuta deles serem assim por causa de um passado triste e até então a segunda família é que teve até um motivo e passado triste que chegaria perto de como a tratavam a protagonista. A família Sakamaki, é totalmente non sense ao ponto de não entendermos NADA de suas ações, misturam o machismo extremo em forma de amor? "vc é so minha" "apresse-se em me entender" "porca" "puta" por ai vai a nossa protagonista, Yui, não tem direito a nada, não pode fazer nada apenas ser violentada! A cada episódio em que a dominavam e arrancavam seu sangue ao som de seus pedidos "não" "pare" "chega" pra mim foi uma alusão vivida de estupro, hora um e hora coletivo. O apelo sexual é explicito e esta não é nem a pior parte! Jogaram a Yue do nada naquela casa, apenas para ser alimento de 5 homens vampiros? pra mim parece um fetiche muito sádico, afinal até a segunda temporada não temos explicações. Outra parte que me faz ter grande aversão surgiu na segunda temporada onde os sugadores decidiram se alimentar dela várias vezes ao dia e ainda usa-la para desafiar o outro e a guria nemmmmmmmmmmmmmm fica anemica? era para ela estar como uma caveira e olheira, doente!!!! Ok vamos para o ultimo apontamento ruim: Yui mds que garota lerda, chata, sem atitude, sem sal, vontade de dar dois tapas nela e dizer MULHER GRITA, CORRA, CHOREEEEEEE como assim abusam dela e ela nem chora???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compartilho da tua raiva. Qualquer um que fique excitado com isso deveria ser estudado pois é um maniaco em potencial.

      Excluir
  2. Síndrome de Estocolmo. Pior impossível, achei que podia melhorar depois do 2 episódio, q eles iam ser menos imbecis com ela, mas não. Odeio quando tentam romantizar as cenas de "estupro" e quando eles insistem em achar que ela excitada quando CLARAMENTE NÃO está. E pior ainda. Já não basta eles serem uns desprezíveis não dá pra NÃO ficar com ranço dela também, que se defende igual uma tonta, cai no meio do nada, fraca que é uma vergonha e 100% submissa. Tentando ser educada até quando está sendo mal tratada. Pedindo desculpa como uma idiota pra esses merdas de vampiros. Queimar no inferno seria pouco pra todos eles. O de cabelo roxo é um homicida complexado e que fala com um bicho de pelúcia. O de chapéu com roupa de cafetão tem um vocabulário de doer os ouvidos. Não aguentava ouvir mais um "vadiazinha". Desgraçado fodido. Praticamente 2h jogadas no lixo. Só assisti pra passar raiva. Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Anime ruim da porra,historia fraca, só tem traços bonitos

    ResponderExcluir